Logo Santa Cruz Pe

Menu
#SejaSócioTricolorDeCoracão SejaSócioSantaForte Já temos 1000 camisas vendidas.
Torcedor Fala Torcedor Fala
11/12

Torcedores corais aprovam verba para o CT no Ministério do Esporte

Compartilhe
Torcedores corais aprovam verba para o CT no Ministério do Esporte

A história da fundação do Santa Cruz,  a construção do estádio do Arruda, sempre esteve atrelada à força da torcida, dentro e fora de campo. Campanhas, doações, arrecadações com amigos, com empresários, sempre fizeram parte da vida do clube. Nos últimos meses, essa história ganhou um novo capítulo.

Um grupo de oito amigos – todos servidores públicos da área jurídica -, acaba de revolucionar este tipo de contribuição para o fortalecimento do clube. Em junho deste ano, eles decidiram cair em campo para ver como funcionava a Lei 11.438/2006, mais conhecida com Lei de Incentivo ao Esporte.  Ela permite que empresas e pessoas físicas invistam parte do que pagariam do Imposto de Renda em projetos aprovados pelo Ministério. As empresas podem investir 1% desse valor e as pessoas físicas, até 6% do Imposto devido.

O grupo acaba de conseguir a aprovação, pelo Ministério do Esporte, via renúncia fiscal de empresas e pessoas físicas, R$ 2.455.20,97 para construir o Centro de Treinamento das Categorias de Base do Santa. É a primeira etapa de um projeto global, que pode mudar completamente a realidade das divisões de base do Santa. Inclui a construção dos seguintes itens, no CT Ninho das Cobras:

Guarita

Sala de Imprensa

Setor Técnico

Vestiário atletas

Vestiário Comissão Técnica

Sala de Dados (Analistas de desempenho)

Enfermaria/ Sala de Massagem

Sauna

Duchas

WC Atletas

Rouparia

Almoxarifado interno

WC Público

Sala de Audiovisual

Hall

Lixo

Gás

Pavimento Inferior

Garagem para veículos – 18 vagas

Reservatório Superior

 O proceso

“Tudo se deu muito rápido. Conversamos em junho, o prazo para protocolar o projeto era setembro”, explica Bruno Dias, que é procurador da Fazenda Nacional e faz parte do grupo.

Eles queriam ajudar o fortalecimento do clube e descobriram que tinha sim, dinheiro para vários tipos de apoio a um clube de futebol como o Santa. Mas era preciso um projeto com orçamentos, cronograma, responsáveis. Queriam fazer um projeto para dar a estrutura da base do Santa, no CT Ninho das Cobras.

Eles buscaram apoio na diretoria do Santa, para conseguir o suporte oficial, que foi feito via Atasc – Associação dos Torcedores e Amigos do Santa Cruz, pessoa jurídica que permite este tipo de pleito, presidida atualmente por Rodolfo Aguiar, ex presidente coral. Com o clube, conseguiram vários documentos que davam chancela à idéia. Depois, contrataram um consultor em projetos, que conhece os caminhos, formato e datas da tramitação, no Ministério do Esporte. Correram contra o tempo e conseguiram dar entrada.

Depois de ter conseguido passar na fase mais difícil, do projeto, que foi a aprovação, no Ministério dos Esportes, o grupo já está em camp0, desta vez para o processo de captação dos recursos. O Ministério não libera dinheiro, mas autoriza a captação com empresas e pessoas físicas, mediante renúncia fiscal.

“Estamos já acelerando o processo de captação”, informa Bruno.

Logo após a aprovação do projeto, foi aberta uma conta no Banco do Brasil, que ficará bloqueada durante todo o processo de captação. Logo que alguma empresa ou pessoa aderir ao projeto, receberá um documento oficial, que permitirá o abatimento no Imposto de Renda. Quando o valor total do projeto for alcançado, o dinheiro será liberado e a obra poderá ser iniciada.

“O cronograma da obra é de até 14 meses para concluir tudo, mas temos pressa. Queremos construir o quanto antes, dada à urgência e necessidade de aproveitamento do CT”, frisa Bruno, que alerta para a importância do “trabalho coletivo”, de todo torcedor do Santa.

“Agora é o trabalho coletivo, de toda a torcida. O trabalho de captação de pessoa física é muito pulverizado, precisamos muito do boca a boca e de uma campanha”, explica. Se tudo correr bem nesta primeira fase do projeto, será mais fácil que o Santa tenha mais projetos aprovados em Brasília.

Próxima fase

Eles estão de olho já no próximo edital do Ministério, que será aberto em fevereiro. O grupo pegou gosto com a idéia de ajudar o Santa, e já tem um novo projeto integral para as divisões de base no CT, totalmente confeccionado, dependendo apenas de ajustes.

“Esse é um projeto de obra, mas queremos fazer também um projeto de manutenção das atividades. Não adianta ter a obra pronta e não ter dinheiro para ter as atividades da base. A gente vai tentar custear as despesas da base”, completa.

Várias empresas já estão engatilhadas, como a Usina São José, que já acionou uma carta de intenção. Outros empresários tricolores também se comprometeram. O momento agora é de cair em campo e garantir o futuro do Santa com uma infraestrutura completa para as divisões de base.

**

Grupo responsável pelo projeto

Alessandro Medeiros

Bruno Dias

Diogo Melo de Oliveira

Eduardo Lins

Milton Santos

Marcelo Vieira

Marconi Lafayette

Oberdan Rabelo

Veja Também:

@SantaCruzFC

Siga SantaCruzFC